18 de out de 2014

[ANIME ZONE] Enfim, Fate / Stay Night 2014!



Então é né?

Olá você caro leitor do SUPER LEITURA! Passou o "Dia das Crianças", mas a diversão deve continuar!

Bom, na coluna desta terceira semana de Outubro/2014, o ANIME ZONE vem só para argumentar sobre a temporada de animes de primavera. Com um leque de lançamentos razoáveis a temporada vem se apresentando como uma das melhores deste ano. Animes como Nanatsu no Taizai, Trinity Seven, Shigeki no Bahamut Genesis e Akatsuki no Yona são um super mix de mundos mágicos, belas mulheres, lutas incríveis e trilhas bem trabalhadas que já são comuns a toda época de lançamentos, mas que não deixam de nos alegrar e levar ao êxtase.

Contudo nós falaremos apenas do anime mais aguardado da temporada:
FATE / STAY NIGHT - UNLIMITED BLADEWORKS


Um remake do anime baseado na Visual Novel homônima, Fate estava sendo aguardado com muita ansiedade por este blog. Já havíamos acompanhado a primeira versão, o longa-metragem e a prequel (FATE ZERO). O destaque aqui é o seguinte: O anime Fate / Stay Night foi lançado primordialmente pelo Studio DEEN. Contudo os direitos foram repassados ao Studio Ufotable (outra produtora de animação), que por sua vez lançou Fate Zero -- que seria uma prequel da história original adaptada de um light novel nomônimo --. Então a Ufotable resolveu relançar Fate / Stay Night. O remake com duas grandes novidades:

1) O anime segue o arco Unlimited Bladeworks. Para quem já conhece a franquia sabe que na Visual Novel (mídia regente) a narrativa segue três focos:

- a) Fate: cujo os protagonistas são Shiro Emiya e Saber;
- b) Ulimited Bladeworks: cujos os protagonistas são Rin Tohsaka, Shiro Emiya e Archer;
- c) e Haeven's Feel: cujos os protagonistas são Sakura Matou e Shiro Emiya.

Com isso os acontecimentos e diálogos diferem do apresentado no anime do Studio DEEN em termos de resultados, mas o início da narrativa é o mesmo.



2) Os dois primeiros episódios tiveram duração de uma hora.
Acho que foi mais uma jogada de marketing. Serviu também para explicitar essa mudança de foco narrativo.



Não vou tecer comentários (spoilers) sobre a série. É interessante que se acompanhe. O que posso dizer é que Fate/ Stay Night - UBW está sendo bem recebido. Para uma franquia de jogos visual novel que migrou para a telinha, a obra da produtora Type-Moon vem se mostrando ao longo dos anos um bom atrativo de mercado. Com um enredo super elaborado e cheio de referências mitológicas não tem como não gostar de Fate, em qualquer que sejam suas facetas.


É isso aí!

Postar um comentário